“Já não é a sociedade que transmite a fé, o que está presente é a liberdade religiosa do cidadão”
“Já não é a sociedade que transmite a fé, o que está presente é a liberdade religiosa do cidadão”Cristina de Sá Carvalho defendeu que, nos tempos de hoje, não há uma crise de religioso. Não, as pessoas são mais religiosas que nunca. Só que às vezes, as pessoas interpretam de forma errada, dando importância a formas de espiritualidade pobres e manipuladoras.
a professora da Universidade Católica disse aos catequistas da zona centro, na sua conferência a experiência religiosa nos adolescentes que a fé é uma proposta que eles vão aceitar ou não. acentuou ainda que nós temos a ideia que eles vão aceitar e pronto. Na sociedade actual, a fé não é transmissão da cultura nem processo social , mas proposta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *