O responsável pela nova missão das Nações Unidas (ONU) no Chade e República Centro-africana (MINURCaT) espera que Portugal “envie um contingente de polícia ou da GNR”
O responsável pela nova missão das Nações Unidas (ONU) no Chade e República Centro-africana (MINURCaT) espera que Portugal “envie um contingente de polícia ou da GNR”O português Vítor ângelo salienta a importância do envio de um contingente de polícia ou da Guarda Nacional Republicana. a nova missão está ainda em formação, mas a questão já foi levantada .
a missão liderada pelo mais antigo funcionário português das Nações Unidas é complementar das outras missões da ONU no Darfur , passando a fazer a intervenção em relação ao Darfur, mas do lado da fronteira chadiana e da Republica Centro-africana .
a missão das Nações Unidas tem como objectivo formar as polícias nacionais do Chade e da República Centro-africana, para que possam mais tarde funcionar como agentes de segurança ao longo da fronteira, disse o responsável, citado pela Lusa. Vai ainda tentar junto dos grupos rebeldes trazê-los para a mesa das negociações e impedir que esses grupos rebeldes ou outros semelhantes operem no Darfur .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *