Lembrar e consciencializar a sociedade para o genocídio ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial é o objectivo desta efeméride
Lembrar e consciencializar a sociedade para o genocídio ocorrido durante a Segunda Guerra Mundial é o objectivo desta efemérideO Holocausto deve ser uma lição, uma lição universal, numa altura em que continuamos a enfrentar anti-semitismo, xenofobia e racismo, inclusivamente na Europa, assinala o encarregado de negócios da Embaixada de Israel em Lisboa, amir Sagie.
Da mesma forma, devem ser adoptadas leis que proíbam a negação do Holocausto e do anti-semitismo, que infelizmente ainda acontecem em muitos países, frisou o diplomat, citado pela Lusa.
a Comunidade Israelita de Lisboa assinala hoje, numa cerimónia na Sinagoga de Lisboa, o Dia da Memória das Vítimas do Holocausto, proclamado pelas Nações Unidas em 2005 para ser assinalado a 27 de Janeiro, aniversário da libertação do campo de concentração de auschwitz-Birkenau, na Polónia.
Numa mensagem para marcar esta data, a alta-comissária de Direitos Humanos das Nações Unidas, Louise arbour assinala que o dia leva à reflexão e lembrança. a responsável lembra que continuam a existir expressões e manifestações de anti-semitismo. Uma forma de honrar as vítimas do Holocausto é perseguir os esforços para levar protecção a todas as vítimas de violações protegendo também as leis internacionais de direitos humanos, defende.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *