a violência no Quênia é mais étnica do que Política, diz Kofi annan
a violência no Quênia é mais étnica do que Política, diz Kofi annanO mediador da crise queniana, Kofi annan, afirmou ter visto abusos sistemáticos e graves dos direitos humanos, durante a sua visita relâmpago ao país. O ex-secretário-geral das Nações Unidas comenta ter visto uma situação dramática, no país que está mergulhado no caos, desde 27 de Dezembro.
até pode ter sido causada pelos resultados eleitorais, mas (a violência) evoluiu para algo de diferente, onde existem abusos sistemáticos, acrescentou annan. Segundo fontes policiais e das Nações Unidas, as vítimas da onda de violência que atinge o Quênia são majoritariamente quicuios, a etnia mais numerosa do país e à qual pertence Kibaki, o presidente reeeleito.
Kofi annan considerou que os líderes políticos têm a obrigação de entrarem em acordo para que o Quénia não continue nesta situação crítica dentro de cinco anos . O governo terá de fazer o que lhe for possível para aumentar a segurança, defendeu o ganês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *