Desde 8 de Janeiro que está constituída a associação ad Gentes ” Leigos Missionários da Consolata, aprovada pela Conferência Episcopal Portuguesa
Desde 8 de Janeiro que está constituída a associação ad Gentes ” Leigos Missionários da Consolata, aprovada pela Conferência Episcopal Portuguesa a associação ad Gentes constitui-se assim como uma Organização de Solidariedade Social Não Governamental (OSSNG). O seu principal objectivo é o envio de leigos e voluntários para países em vias de desenvolvimento e à realização de actividades sociais e de educação para o desenvolvimento.
a associação ad Gentes é uma associação cristã instituída por leigos voluntários que fazem da Missão ad Gentes uma opção de vida. Os Leigos Missionários da Consolata intervêm a nível nacional, de norte a sul do país, mas com maior incidência na área metropolitana de Lisboa e Porto, adianta Ricardo Santos, da associação.
a missão desta OSSNG é fomentar e coordenar as vontades e os meios dos seus membros, de religiosos, de paróquias e da Igreja local portuguesa no seu relacionamento e cooperação preferencial com os países lusófonos, onde trabalham os missionários da Consolata, materializando em projectos de cooperação e sensibilização da sociedade para as questões do desenvolvimento, explica Ricardo Santos.
a associação ad Gentes pertence à Plataforma de Voluntariado Missionário da Fundação Evangelização e Culturas e está ligada a associações congéneres em Itália e Espanha.
Os membros da ad Gentes já desenvolveram actividades e projectos em África, nomeadamente em Moçambique (Escola Secundária P. Gumiero, Missão de Mapinhane, Escola Secundária Padre Menegon, Paróquia de Cuamba, Centro Nutricional Padre ariel, Escola Secundária ESaM e Paróquia de Mecanhelas) e na Tanzânzia (Faraja House e Escola Técnica de Mgongo). Em Portugal, os membros da associação realizam actividades de apoio ao Bairro do Zambujal e Bairro da Cruz Vermelha na periferia de Lisboa, ao Centro de Espiritualidade e Missão – Águas Santas, Campos de Trabalho,
Páscoas Jovem e várias campanhas de solidariedade (como a venda do CD No djunta mon – Guiné Bissau e o programa de adopções no site Desafio moçambique), que procuram simultaneamente consciencializar a sociedade portuguesa e apoiar os povos mais carenciados.
Para mais informações, os interessados podem saber mais junto do site da Consolata ou junto da associação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *