alimentos, água, abrigos e outros bens são as necessidades de 500 mil pessoas apanhadas pela violência que eclodiu no país depois das eleições de Dezembro
alimentos, água, abrigos e outros bens são as necessidades de 500 mil pessoas apanhadas pela violência que eclodiu no país depois das eleições de DezembroPouco mais de 28 milhões de euros é quanto as Nações Unidas estão a pedir à comunidade internacional para poder apoiar 500 mil pessoas que foram apanhadas pela violência que eclodiu no Quénia depois das eleições do mês passado. alimentos, água, abrigos e outros bens são as necessidades prioritárias para os próximos seis meses, avaliados em 42 milhões de dólares (28,25 milhões de euros).
O Plano de Resposta Humanitária de Emergência do Quénia para 2008, apresentado esta quarta-feira, inclui 63 projectos a realizar nos próximos meses para prestar os serviços e fornecimentos essenciais que foram identificados pelo Governo de Nairobi e 22 parceiros, entre eles as agências das Nações Unidas e organizações não-governamentais.
a maior parte dos fundos solicitados é para a ajuda alimentar. Tendas e outros abrigos de emergência e a protecção de civis são as outras necessidades mais prementes, identificou o subsecretário-geral para os assuntos Humanitários. Esta é, em grande medida, uma protecção dos civis, que não deve ser confundida com protecção física explicou John Holmes, que também é coordenador da ajuda de emergência das Nações Unidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *