Um grupo de cidadãos de Coimbra lançou hoje uma campanha de recolha de materiais para uma expedição humanitária à Guiné-Bissau
Um grupo de cidadãos de Coimbra lançou hoje uma campanha de recolha de materiais para uma expedição humanitária à Guiné-Bissau a partida está marcada para o dia 21 de Fevereiro mas a campanha decorre até 8 de Fevereiro, adianta a Lusa. Materiais didácticos e desportivos, livros, vestuário, calçado e bens de primeira necessidade para unidades de saúde (soro, desinfectantes, ligaduras, compressas e certo tipo de medicamentos) podem ser entregues no Pavilhão Multiusos de Coimbra e na Junta de Freguesia de Taveiro.
O grupo de expedicionários vai entregar os bens numa caravana de seis jipes, com 24 pessoas, sendo um grupo do Porto e outro de Coimbra. alguns bens vão de jipe mas a parte mais significativa segue por via marítima, num contentor de 20 toneladas.
a iniciativa é da associação Humanitária Memória das Gentes, criada em Novembro de 2007 por este mesmo grupo que nesse ano realizou a primeira expedição humanitária à Guiné-Bissau. Muitos dos materiais recolhidos serão entregues a instituições carenciadas, mas outra parte será distribuída directamente pelos membros do grupo em escolas do interior.
Em Guiledje, uma zona da Guiné-Bissau onde as tropas portuguesas começaram a recuar durante a guerra colonial, os expedicionários irão realizar um simpósio de antigos combatentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *