Depois de dias bloqueados, os camiões com alimentos para deslocados arrancaram do porto de Mombaça
Depois de dias bloqueados, os camiões com alimentos para deslocados arrancaram do porto de MombaçaDepois de parado durante dias por causa da insegurança, o primeiro comboio humanitário do Programa alimentar Mundial (PaM) deixou o porto de Mombaça, no Quénia, com destino a Nairobi e Eldoret, onde chegaram milhares de pessoas deslocadas pela recente violência pós-eleitoral.
a agência anunciou que mais ajuda alimentar chegou à cidade no Norte, Eldoret, onde se encontram 100 mil pessoas expulsas das suas casas pela violência que eclodiu após o presidente Mwai Kibaki ter sido declarado o vencedor das eleições da semana passada, um resultado que o líder da oposição, Raila Odinga, tem contestado.
a ONU estima que cerca de 250 mil quenianos estão deslocados, e mais de 360 mortos como resultado da violência.
Em Mombaça estavam bloqueadas- um importante porto para vários países da região – 30 mil toneladas de alimentos, recolhidas pelo PaM, o suficiente para alimentar 1,5 milhões de pessoas, no Leste da República Democrática do Congo, no Uganda, na Somália e no Sudão meridional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *