as taxas de desnutrição aumentaram na região sudanesa de 2006 para 2007, ultrapassando pela primeira vez desde 2004 os 15 por cento
as taxas de desnutrição aumentaram na região sudanesa de 2006 para 2007, ultrapassando pela primeira vez desde 2004 os 15 por centoas taxas de má nutrição infantil atingiram o seu nível mais elevado em três anos de conflito na região do Darfur, Sudão, de acordo com um estudo conjunto realizado pelo Governo de Cartum e as Nações Unidas, que lideram neste momento a maior operação de apoio no mundo destinada a apoiar cerca de 4,2 milhões de pessoas.
Entre as crianças com menos de cinco anos, a taxa global de desnutrição na região atingiu os 16,1 por cento no final de 2007, comparados com os 12,9 por cento de 2006, ultrapassando pela primeira vez desde 2004 o limite dos 15 por cento.
Esta é apenas uma das conclusões da avaliação da segurança alimentar e de nutrição realizadas em agosto e Setembro pelo Programa alimentar Mundial, pela FaO – Organização de alimentos e agricultura e pela Unicef, com o Governo sudanês.
O relatório também revela que uma maior proporção de crianças com idades entre os seis e os 29 meses estão pior alimentadas que as crianças dos 30 aos 59 meses. além disso, a má nutrição é maior no Norte do Darfur – mais de 20 por cento -, em comparação com outras partes da região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *