O número de mortos no conflito israelo-palestiniano diminuiu em 2007 em relação a 2006
O número de mortos no conflito israelo-palestiniano diminuiu em 2007 em relação a 2006Contas feitas, diminuiu 44 por cento, o número das vítimas mortais no exército israelita, mas aumentaram os mortos nos confrontos entre as facções palestinianas, adianta o relatório anual da organização não-governamental (ONG) israelita ‘Betselem’.
até 26 de Dezembro morreram 366 palestinianos – entre os quais 53 menores – em operações militares do exército de Israel em Gaza e na Cisjordânia, em comparação como as 657 vítimas mortais (140 menores) em 2006, adianta a Lusa. Dos palestinianos mortos pelo exército israelita este ano, mais de 40 por cento (131) eram civis, adianta a organização não governamental, que critica Israel por violar os direitos legítimos do povo palestiniano em nome da segurança.
Do lado de Israel foram mortos 11 pessoas (sete civis e quatro soldados), menos seis que no ano anterior. O relatório não contabiliza as vítimas do conflito nos últimos dias, onde morreram pelo menos dez membros das milícias palestinianas e dois soldados de Israel.
O relatório aponta ainda mortes de transeuntes, crianças e civios não armados , no meio destes conflitos. 73 das vítimas mortais eram civis que não participavam nas hostilidades, sendo que 22 eram crianças, nos confriontos verificados na Cisjordânia e em Gaza.
a organização não-governamental israelita adianta que os problemas de segurança são aproveitados para promover interesses políticos proibidos, como a perpetuação dos colonatos. além disso, os denuncia a falta de responsabilidade das autoridades israelitas pelas violações dos direitos humanos, o que se verifica na renúncia a investigar as violações ou a processar os autores .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *