Depois dos confrontos da noite “a tensão permanece elevada”. Registam-se alguns confrontos na cidade. Vêem-se “homens armados de foices e mulheres com pedras”. Muitas barracas foram queimadas
Depois dos confrontos da noite “a tensão permanece elevada”. Registam-se alguns confrontos na cidade. Vêem-se “homens armados de foices e mulheres com pedras”. Muitas barracas foram queimadasassiste-se a um espectáculo insólito na cidade, declarou à Misna o missionário comboniano Kizito’. Estradas desertas, janelas trancadas e uma calma estranha. O povo espera que o ambiente se relaxe para retomar a vida do dia-a-dia.
Os actos de violência verificados em Nairobi e nas principais cidades do país aumentaram com o anúncio de ontem dos resultados das eleições presidenciais. Foi confirmada a vitória do presidente cessante Mwai Kibaki para um novo mandato.
Fala-se já em 76 mortos em várias regiões do país. a polícia disparou sonre a multidão al algumas cidades. alguns mortos registaram-se entre tribos rivais. Existe e é perigoso o problema de tornar étnico o confronto político, explica o missionário. Em Kibera e noutros bairros a tensão entre a tribo Luo – etnia do opositor vencido Raila Odinga – e o Kikuyu – a tribo do presidente Kibaki – corre o risco de degenerar em conflito.
Depois dos actos de violência e de caos, Raila Odinga, que segundo os resultados oficiais foi vencido pelo presidente Mwai Kibaki por apenas 230 mil votos, convidou os quenianos a contestar o resultado, que considera fraudulento, com uma manifestação prevista para hoje à tarde no centro de Nairobi, apesar da proibição explícita da polícia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *