O Papa já enviou um telegrama de condolências pela morte de Benazir Butto, a antiga primeira-ministro do Paquistão
O Papa já enviou um telegrama de condolências pela morte de Benazir Butto, a antiga primeira-ministro do Paquistão a líder do Partido do povo paquistanês foi vítima de um atentado. Ficou ferida, foi transportada até ao hospital mas não resistiu aos ferimentos.
Na mensagem enviada, o Santo Padre exprime sentimentos de profunda participação e proximidade espiritual aos membros da sua família e à inteira nação do Paquistão.
Bento XVI defende ainda que sejam feitos todos os esforços para reconstruir um clima de respeito e confiança, com o objectivo de manter a ordem na sociedade do Paquistão e de fazer funcionar eficazmente as instituições.
No telegrama assinado pelo cardeal secretário de estado, Tarcísio Bertone e enviado ao arcebispo de Lahore e Presidente da Conferência Episcopal do Paquistão, o Papa reza para que nova violência seja evitada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *