“Checkpoints” e bloqueios nas estradas dificultam o acesso a postos de saúde, denuncia a Unicef. O que coloca em perigo quem já é mais frágil
“Checkpoints” e bloqueios nas estradas dificultam o acesso a postos de saúde, denuncia a Unicef. O que coloca em perigo quem já é mais frágil a Unicef apelou este fim-de-semana a todas as partes envolvidas no actual conflito na Somália para permitir um acesso seguro às mulheres e crianças nos diferentes pontos de controlo, para que possam receber cuidados médicos.
a Unicef está profundamente preocupada e angustiada com os checkpoints’ e bloqueios nas estradas criem um desafio adicional às crianças e mulheres, feridas e doentes, quando estas apenas tentam obter assistência médica, afirmou o representante da agência para a Somália, Christian Balslev-Olesen.
Num comunicado de imprensa, a Unicef disse que tem ouvido relatos fiáveis de que crianças, adolescentes, mulheres grávidas e mães – algumas das quais sofreram ferimentos de balas – estão a ser bloqueadas nos pontos de controlo enquanto tentam alcançar postos de saúde.
Os que não são autorizados a atravessar incluem mulheres, que exigem cuidados pré e pós-natal, e muitas crianças que necessitam urgentemente de cuidados médicos para doenças, como a diarreia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *