“as questões e os problemas de gestão da diversidade cultural são, antes de mais, políticos, e, como tal, exigem políticas activas no âmbito da educação, da juventude, dos media e das migrações”
“as questões e os problemas de gestão da diversidade cultural são, antes de mais, políticos, e, como tal, exigem políticas activas no âmbito da educação, da juventude, dos media e das migrações” Por isso, não podemos remeter a questão do diálogo das culturas ou das civilizações para o campo bem intencionado da boa vontade, para o foro ético e moral, nem mesmo, a meu ver, exclusivamente para o diálogo inter-religioso , salientou Jorge Sampaio. Na abertura da conferência aliança das Civilizações, Interculturalismo e Direitos Humanos , que decorrerá até 10 de Dezembro, no Rio de Janeiro, o ex-presidente português defendeu a necessidade dos estados apoiarem a aliança, para que esta seja uma iniciativa credível e sustentável .
Para que o diálogo seja possível é necessário que cada civilização, cada religião, cada cultura seja capaz de praticar, no seu próprio interior, a tolerância, reconhecendo a liberdade de consciência e o direito à diferença . O alto representante da ONU, que conheceu a realidade do problema da tuberculose em terras brasileiras, destacou a participação activa da sociedade civil na aliança das Civilizações, que deve desempenhar um papel de diplomacia preventiva na resolução de conflitos e na consolidação da paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *