Menores continuam a ser envolvidos em combates, em particular na região do Kivu do Norte
Menores continuam a ser envolvidos em combates, em particular na região do Kivu do NorteMil jovens ou menores continuam envolvidos em combates na República Democrática do Congo (RDC), denunciou a Unicef, enquanto a violência alastra na província do Kivu do Norte.
a Unicef, que recentemente resgatou cerca de 200 crianças congolesas que estavam sob custódia dos rebeldes, também informou que os combates desde domingo entre o exército congolês (FaRDC) e as tropas leais do renegado general Laurent Nkunda tenha obrigou à fuga de cerca de 30 mil a 40 mil pessoas na região do Kivu do Norte.
Em Nova Iorque, na sede das Nações Unidas, um representante da ONU informou que o Exército congolês foi forçado a recuar a partir de alguns dos seus algumas posições, incluindo nas proximidades de Katsiru e Kikuku.
as agências humanitárias das Nações Unidas estão a trabalhar para conseguir a transferência de dez mil pessoas que fugiram da cidade de Rutshuru para locais mais seguros, onde o Gabinete para a Coordenação dos assuntos Humanitários estima que chegaram umas 1750 famílias deslocadas no decorrer da última semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *