Há mais pessoas e mais casas e infra-estruturas afectadas pela passagem do ciclone “Sidr”, estimam as agências
Há mais pessoas e mais casas e infra-estruturas afectadas pela passagem do ciclone “Sidr”, estimam as agências a situação humanitária no Bangladesh, na sequência do devastador ciclone Sidr, no último mês, é muito mais grave do que se previa, afirmaram as agências das Nações Unidas, após reverem as estimativas do número de pessoas afectadas e a dimensão dos danos provocados em casas e outras infra-estruturas.
Estima-se que mais de 8,5 milhões de pessoas foram de facto afectadas pela tempestade, 1,5 milhões mais do que inicialmente pensava, de acordo com o Gabinete das Nações Unidas para a Coordenação dos assuntos Humanitários (OCHa, na sigla inglesa). Podem ser necessários mais fundos para os países doadores ajudarem as autoridades locais a lidarem com a situação.
Quanto mais informação estiver disponível, uma realidade ainda mais devastadora será revelada, anunciou o OCHa, salientando que pelo menos 2,6 milhões de cidadãos de nove distritos deste país do Sul da Ásia ainda necessitam de ajuda imediata.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *