Bento XVI responde à carta de 138 líderes religiosos islâmicos de 10 de Outubro. O Papa está pronto a acolhê-los no Vaticano e a dialogar
Bento XVI responde à carta de 138 líderes religiosos islâmicos de 10 de Outubro. O Papa está pronto a acolhê-los no Vaticano e a dialogarassinada pelo cardeal secretário de estado, Tarcísio Bertone, a mensagem de Bento XVI responde aos 138 líderes muçulmanos que se tinham dirigido, em 10 de Outubro último, a todos os chefes cristãos. No texto tornado público pela sala de imprensa do Vaticano, o Papa agradece e aprecia a significativa iniciativa.
O Papa reafirma a importância do diálogo alicerçado sobre o respeito efectivo da dignidade da pessoa, sobre o conhecimento objectivo da religião do outro, sobre a partilha da experiência religiosa e sobre o empenho comum de promover o respeito mútuo e aceitação.
a carta de Bento XVI é dirigida a Sua alteza Real, o príncipe Ghazi bin Muhammad bin Talal, presidente do Instituto para o Pensamento Islâmico aal al-Bayt. Ele próprio tinha feito chegar ao Papa a carta dos 138 líderes.
a resposta do Vaticano acena ainda à disponibilidade do Papa em receber o príncipe Ghazi e uma delegação dos signatários da carta. O Papa sublinha o apreço pela iniciativa e reafirma a importância do diálogo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *