Diferentes partidos da província devem evitar qualquer acção que possa prejudicar a população civil nesta região
Diferentes partidos da província devem evitar qualquer acção que possa prejudicar a população civil nesta regiãoUm alto funcionário das Nações Unidas enviado à República Democrática do Congo (RDC) apelou às diferentes partes da província do Kivu Norte, para evitarem qualquer acção que possa prejudicar ainda mais a já sitiada população civil nesta região muito instável.
O representante especial adjunto para a RDC, Ross Mountain, fez este apelo após uma visita durante o fim-de-semana ao Kivu Norte, onde manteve conversações com autoridades provinciais, bem como com representantes da Missão da ONU na RDC (MONUC, na sigla francesa), agências e parceiros humanitários.
Ross Mountain também visitou os campos de 45 mil pessoas deslocadas. a maioria abandonou as suas casas depois de compromissos assumidos entre o exército congolês (FaRDC) e o movimento de rebeldes de Laurent Nkunda, em Sake, no início de Setembro.
O representante do secretário-geral, Ban Ki-moon, saudou o recente acordo alcançado entre os governos congolês e ruandês como um importante passo em frente na via da paz na região. assinado em Nairobi, no início deste mês, o pacto apela para uma abordagem comum às ameaças para a paz na região, incluindo medidas que ponham termo à impunidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *