Centenas de técnicos de saúde debatem, a partir de amanhã, 26 de Novembro, o regime de cuidados terminais a pacientes em Portugal
Centenas de técnicos de saúde debatem, a partir de amanhã, 26 de Novembro, o regime de cuidados terminais a pacientes em PortugalNo vigésimo Encontro Nacional da Pastoral da Saúde, os participantes vão, também, discutir estratégias para preparar as comunidades cristãs para criarem centros de apoio à vida que complementem a acção dos serviços de saúde no campo da educação e da sexualidade, adianta a organização.
a Igreja quer também que muitos lares e residências de idosos se convertam em verdadeiros lugares de cuidados continuados. Na agenda dos trabalhos está ainda o reforço das parcerias e pontes entre as comunidades cristãs e os centros de saúde ou outras unidades de serviço às pessoas.
Para o padre Feytor Pinto, coordenador da Comissão Nacional da Pastoral da Saúde, é necessário que a Igreja adquira novas práticas de intervenção pastoral no que à saúde diz respeito, quer no início da vida, quer no seu termo, sem deixar de criar laços com todas as estruturas que servem, no terreno, as populações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *