Em 30 países e três territórios de todo o mundo há projectos para eliminar estas armas. apesar do optimismo, ainda faltam recolher 365 milhões de dólares
Em 30 países e três territórios de todo o mundo há projectos para eliminar estas armas. apesar do optimismo, ainda faltam recolher 365 milhões de dólaresas iniciativas para remover minas terrestres e outros explosivos remanescentes das guerras em cerca de 30 países e três territórios de todo o mundo custarão 404 milhões de dólares (272,5 milhões de euros) no próximo ano, de acordo com um relatório publicado por três agências das Nações Unidas.
a carteira de Projectos de acções contra as Minas – um relatório anual do Departamento das Nações Unidas do Serviço de acção contra as Minas das Operações de Paz (SaMOP), do Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas e da Unicef -, estima que para as iniciativas planeadas já estão assegurados 40 milhões de dólares (quase 30 milhões de euros) de doadores internacionais.
O nível de apoio dos doadores é um bom augúrio para a luta contra as minas no próximo ano, afirmou Maxwell Gaylard, director do SaMOP. No entanto, o financiamento em falta para o próximo ano totaliza 365 milhões de dólares, e espera-se que a comunidade responda novamente aos difíceis desafios da luta contra as minas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *