Primeiros testes efectuados mostram a presença de níveis muito elevados de brometo no sangue dos doentes, que já são quase 400
Primeiros testes efectuados mostram a presença de níveis muito elevados de brometo no sangue dos doentes, que já são quase 400Exames toxicológicos realizados a amostras de sangue de vítimas do surto de uma doença mistério em angola detectaram níveis muito elevados de brometo, informou esta quarta-feira a Organização Mundial da Saúde (OMS).
Nos testes, realizados na alemanha, foi encontrado níveis elevados de brometo em cinco das seis amostras recolhidas aos pacientes. Outras amostras estão agora a ser encaminhadas para o Reino Unido para uma análise mais detalhada para determinar se esta hipótese pode ser confirmada.
a OMS disse que a intoxicação por brometo já era uma das hipóteses de trabalho exploradas pelas entidades que tentam descobrir a causa do surto, que teve início no mês passado.
Desde segunda-feira que o número de doentes tratados no Hospital de Cacuaco, município dos subúrbios da capital, Luanda, passou os 390. Quase dois terços dos casos são crianças.
Os sintomas incluem sonolência extrema e perda de controlo muscular e, embora a maioria dos pacientes recupere lentamente ao longo de alguns dias, muitos continuam incapazes de andar sem assistência. as crianças sofrem os sintomas mais extremos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *