Organização Mundial de Saúde está ainda a investigar a possível origem de um surto infeccioso. Crianças são as que apresentam sintomas mais fortes
Organização Mundial de Saúde está ainda a investigar a possível origem de um surto infeccioso. Crianças são as que apresentam sintomas mais fortes a Organização Mundial de Saúde (OMS) está ainda a investigar a possível origem de um surto de uma doença misteriosa que levou pelo menos 370 pessoas a procurar tratamento hospitalar em angola.
Os sintomas incluem sonolência extrema e perda de controlo muscular, segundo a OMS. Embora a maioria dos doentes recupere lentamente ao longo dos dias, muitos ficam ainda incapazes de andar sem assistência. as crianças são as que apresentam os sintomas mais fortes.
Para a agência de saúde, a principal causa da doença deve ser toxicológica, mas uma série de testes em pacientes para 300 solventes orgânicos e 800 compostos revelaram testes negativos para cádmio, chumbo, mercúrio e manganésio – com níveis dentro do intervalo normal.
Funcionários de saúde ainda estão à espera dos resultados dos testes de amostras ambientais e de alimentos e água potável no município de Cacuaco, nos subúrbios da capital, Luanda, onde o foco foi inicialmente relatado a 2 de Outubro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *