Bispos de África e Europa celebram abolição da escravatura há 200 anos. até 18 de Novembro decorre no Gana um simpósio sobre o tema
Bispos de África e Europa celebram abolição da escravatura há 200 anos. até 18 de Novembro decorre no Gana um simpósio sobre o temaO evento abriu-se com a palavra simbólica akwaaba, que significa Foste e voltaste. Promovido pela CCEE – Conselho das Conferência Episcopais Europeias – e pela SECaM – Simpósio das Conferências episcopais de África e Madagáscar, reúne mais de 30 bispos e uma dezena de representantes de organizações humanitárias.
a Europa actual cultiva e desenvolve novas e dramáticas escravaturas, que pisam a dignidade da pessoa humana. Os cristãos são chamados a ser testemunhas e protagonistas de libertação, sublinhou o cardeal Josip Bozanic, arcebispo de Zagreb, Croácia. É preciso lutar contra a cultura de morte a favor de uma cultura de vida, que promove o diálogo, a solidariedade e o amor.
Para o cardeal Theodore Sarr, arcebispo de Dakar, Senegal, o desafio é aceitar o aspecto histórico que a Igreja não conseguiu enfrentar. É preciso fazer muita atenção a todas as formas de escravaturas modernas das que não nos damos conta ainda, mas que acarretam ofensa à dignidade da pessoa humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *