aCNUR prevê transportar até ao final do ano 2400 pessoas de volta a esta província, depois da situação se ter deteriorado no Kivu do Norte
aCNUR prevê transportar até ao final do ano 2400 pessoas de volta a esta província, depois da situação se ter deteriorado no Kivu do Norte a agência das Nações Unidas para os refugiados iniciou esta semana uma operação para fazer regressar até ao final do ano centenas de pessoas que escaparam aos confrontos das últimas semanas na província de Ituri, no Nordeste do país, e que estão internamente deslocadas.
Na segunda-feira, um comboio organizado pelo alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (aCNUR) levou cerca de 210 congoleses da província de Beni, no Kivu do Norte, região que se tornou extremamente vulnerável este ano, também por causa de confrontos, para a cidade de Komanda, na região de Ituri.
Um segundo comboio, desta vez transportando 216 cidadãos, deixou Beni esta quarta-feira, em direcção à província de Ituri, segundo um relatório emitido à imprensa pelo aCNUR.
Estão programadas para os próximos meses dois comboios humanitários por semana, para conseguir que um número estimado em 2400 congoleses regresse ao Ituri, com outros eventuais regressos dependentes da procura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *