Encontro mensal em Lisboa procura questionar a relação com a cultura, a partir da participação neste espaço
Encontro mensal em Lisboa procura questionar a relação com a cultura, a partir da participação neste espaçoOs cristãos sentem que chegou a hora de superar a tensão de uma Igreja a reboque do mundo, que chega sempre tarde e criticando, bem como a tentação de uma Igreja que pretende comandar o mundo e que, directa ou indirectamente, sofre a nostalgia de certas formas teocráticas. Quer uma quer outra dão a ideia de força na relação com a cultura, porque a fiscalizam ou a orientam.
Esta frase do padre jesuíta Vasco Pinto de Magalhães é o ponto de partida para o debate mensal do Metanoia – Movimento Católico de Profissionais, que se realiza em Lisboa já esta sexta-feira.
Os militantes ou simples curiosos são agora convidados, pela equipa coordenadora de Lisboa, a olhar para esta actividade regular do movimento, num momento que se quer mais de interpelação do que simples avaliação. Propomos pôr em comum o sentido destes encontros enquanto experiência pessoal, escrevem os dinamizadores da actividade. No fundo, questiona-se a equipa responsável: Que Reino queremos construir e viver?.
O debate tem lugar no Convento dos Dominicanos, ao alto dos Moinhos, em Lisboa, a partir das 20 horas, com jantar, ou apenas para a reunião às 21h30, da próxima sexta-feira, dia 9 de Novembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *