Organização não-governamental lembra que é preciso pressionar o Congresso dos EU a para que as negociações pós-Quioto não sejam boicotadas
Organização não-governamental lembra que é preciso pressionar o Congresso dos EU a para que as negociações pós-Quioto não sejam boicotadasMais de 470 mil pessoas assinaram já uma petição que exige aos governos que actuem contra o aquecimento global. O texto disponibilizado na internet pela organização não-governamental avaaz será entregue já na próxima segunda-feira junto do Congresso americano para pressionar um grande poluidor, mas também uma força política de oposição que tem barrado as iniciativas mais importantes contra o aquecimento global, que são os Estados Unidos.
Segundo a avaaz, o aquecimento global é um assunto de urgência global. afinal, daqui a um mês começarão as negociações por um protocolo pós-Quioto, liderado pela ONU em Bali, numa cimeira que vai definir as políticas futuras contra o aquecimento global. De acordo com os peticionários, não há tempo a perder: Temos que pressionar os EU a agora para que eles não boicotem as negociações.
Segunda-feira milhares de jovens activistas reúnem-se em Washington para pressionar o Congresso. O objectivo é reunir as cerca de 30 mil assinaturas em falta, esta sexta-feira, até o dia da concentração, atingindo o meio milhão.
Para assinar a petição

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *