“Pontes para o Sul” vai juntar o bispo emérito de Dili, Ximenes Belo, Prémio Nobel da Paz de 1996 e o alto Comissário para a Imigração e Diálogo Intercultural, Rui Marques
“Pontes para o Sul” vai juntar o bispo emérito de Dili, Ximenes Belo, Prémio Nobel da Paz de 1996 e o alto Comissário para a Imigração e Diálogo Intercultural, Rui Marques a iniciativa chama-se Pontes na cidade e visa proporcionar uma reflexão sobre a construção de pontes na família humana, tendo como pano de fundo a sensibilização para o drama do Darfur. a iniciativa organizada por jovens cristãos em colaboração com os missionários combonianos e a Plataforma Pelo Darfur.
Construir pontes não é apenas reunir margens – é transformar a geometria da ruptura num ponto de intersecção ; Construir pontes não é apenas edificar um caminho sobre o vazio – é percorrer a distância que vai entre dois lados desencontrados ; Construir pontes não é apenas ligar paisagens – é viver a beleza do percurso para um outro lado ; Num mundo de fragmentação e diversidade fazer pontes é fabricar a história – de cada um de nós e da humanidade e Mas não basta construir pontes – é preciso ter coragem de as atravessar , são alguns dos alertas lançados pela organização.
a mesa redonda em que participam Ximenes Belo e Rui Marques realiza-se a partir das 21h30, no salão paroquial de S. José. No dia seguinte, 3 de Novembro, a partir das 12h30 algumas comunidades cristãs de Coimbra acolherão os participantes. Às 16h, haverá uma Oração por Darfur, na Ponte Pedro e Inês e, hora e meia depois, será servido um chá, no Claustro de Santa Cruz. Seguem-se vários workshops temáticos simultâneos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *