a Europa “tem o dever de contribuir” para uma mudança, para melhorar as relações com África, defende o presidente do Conselho de Ministros da União Europeia (UE)
a Europa “tem o dever de contribuir” para uma mudança, para melhorar as relações com África, defende o presidente do Conselho de Ministros da União Europeia (UE)Luís amado considera que defendeu, em acra, capital do Gana que vive-se um momento muito especial, um momento de transição, em que importa mudar o relacionamento da UE com África.com a globalização, as relações têm de ser diferentes e nós, Europa, temos o dever de contribuir para isso.
O também chefe da diplomacia portuguesa que participava na sessão de abertura da reunião das troikas da UE e da União africana (Ua) adiantou que as mudanças de relacionamento são visíveis já no existente entre 0s 27 e o resto do mundo, adianta a Lusa.
É com esse objectivo que foram feitos os dois documentos hoje aqui em discussão (Parceria Estratégica UE/África e Plano de acção), acrescentou Luís amado, que saudou o forte empenhamento das duas partes na elaboração dos projectos.
É grande a qualidade do trabalho feito até agora na preparação da cimeira. Os dois documentos em discussão constituem um trabalho de grande qualidade. Espero que saiam daqui aprovados , assinalou o ministro dos negócios estranheiros. Os documentos serão a base de trabalho para a II Cimeira Europa/África, a 8 e 9 de Dezembro, em Lisboa.
O homólogo ganês de Luís amado, Hon akwasi Osei-adjei salientou a necessidade da realização da cimeira , já que se trata de um acontecimento muito importante para as relações entre os dois continentes .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *