Questões de segurança levaram à deslocação de cerca de 660 indivíduos para um único acampamento no Norte do país
Questões de segurança levaram à deslocação de cerca de 660 indivíduos para um único acampamento no Norte do paísUm dos dois campos de refugiados do Malawi foi oficialmente encerrado após as Nações Unidas terem ajudado os últimos 660 refugiados e os que pediram asilo a deslocarem-se para o Norte do país, onde está estabelecido o último campo de refugiados, como resposta a um pedido Governo preocupado com a segurança do campo encerrado.
a partir de hoje, o campo de refugiados de Luwani está oficialmente fechado, confirmou Kelvin Sentala, do alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (aCNUR), na capital, Lilongwe, e que foi responsável pelo comboio humanitário que transportou as pessoas.
O comboio – 16 camiões de bagagem, nove veículos que transportaram refugiados, uma ambulância, um autocarro com 27 indivíduos mais vulneráveis, duas camionetas e dois veículos de escolta do aCNUR – foi programado para chegar ao campo de Dzaleka pouco antes do anoitecer.
a deslocação dos refugiados obriga a que estes vivam nos próximos tempos em tendas, enquanto são construídas as novas casas com material fornecido pelo aCNUR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *