Do norte a sul do país são aplicados diversos preços ao pão. a diferença chega a ser de 300 por cento
Do norte a sul do país são aplicados diversos preços ao pão. a diferença chega a ser de 300 por cento a liberalização dos preços dificulta a vida de quem vende pão. Os preços baixos praticados por algumas empresas tornam-se insustentáveis para a concorrência. Isso sucede em situações de guerras comerciais, por vezes entre familiares.
O X Encontro Nacional de Panificação e Pastelarias, a decorrer em Braga, terminou ontem. Foi referido o aumento do preço da farinha, a carga fiscal e a utilização de cerais para outros efeitos, como factores ainda mais prejudicais para os industriais de panificação, para além das situações de concorrência desleal.
Em Gimonde, na zona de Bragança, a carcaçacusta 5 cêntimos. Também se encontram, nessa região, bolos e croissants a 25 cêntimos. Já, em Lisboa,o preço da carcaça rondaos 15 cêntimos. Luís Borges, gerente da Panibral, em Braga, aponta, segundo o Correio da Manhã, para empresas que não respeitam as normas legais de higiene e segurança e não declaram os seus funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *