Salih Mahmoud Osman, advogado e activista pelos direitos humanos, foi distinguido com o Prémio Sakharov de 2007
Salih Mahmoud Osman, advogado e activista pelos direitos humanos, foi distinguido com o Prémio Sakharov de 2007O Parlamento Europeu (PE) atribuiu este prémio ao sudanês pelo trabalho em favor das vítimas da guerra civil na região de Darfur. O eurodeputado democrata-cristão José Ribeiro e Castro, um dos proponentes da candidatura de Osman ao prémio, anunciou ao activista a decisão da conferência de presidentes do PE. O português manifesta a esperança de que este Prémio Sakharov 2007 ajudará à paz, à liberdade e ao desenvolvimento em Darfur e no Sudão .
Foram apontados ainda os nomes de anna Politkovskaya (jornalista russa e activista dos direitos humanos conhecida pela oposição ao conflito na Chechénia, assassinada há um ano) e Zeng Jinyan e Hu Jia (defensores dos direitos humanos na China). No entanto, a escolha recaiu sobre Osman.
O prémio será entregue a 11 de Dezembro, em Estrasburgo, na véspera do 59º aniversário da assinatura da Declaração universal de Direitos Humanos das Nações Unidas. a 12 de Dezembro será a Carta de Direitos Fundamentais, pelos presidentes das três instituições da União Europeia, José Sócrates (presidente em exercício do Conselho), José Manuel Durão Barroso (presidente da Comissão) e Hans-Gert Poettering (presidente do Parlamento Europeu).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *