Os cristãos devem intervir mais, defendeu o bispo emérito de Leiria-Fátima, na eucaristia de encerramento das jornadas da Pastoral familiar
Os cristãos devem intervir mais, defendeu o bispo emérito de Leiria-Fátima, na eucaristia de encerramento das jornadas da Pastoral familiarTodos temos obrigação de fazer alguma coisa que esteja ao nosso alcance, para que o mundo seja melhor, mais justo e todas as pessoas tenham o suficiente, se sintam bem neste mundo,afirmou.
Serafim Ferreira e Silva apontou que as pessoas não podem arranjar desculpas para a não participação contra as ameaças familiares. Não podem ficar passivas nem apenas à janela a ver o que se passa, nem muito menos encostadas ao muro das lamentações a dizer que as coisas estão muito mal.
Na abertura, o bispo emérito de Coimbra apontou a necessidade de uma maior abertura às mudanças sociais. a família cristã deve ser capaz de se manter aberta para a vida e assimilar as mudanças desde que não firam a sua identidade cristã.
a educação, a internet, a comunicação, o trabalho e a intervenção foram temáticas abordadas nas Jornadas nacionais da Pastoral familiar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *