Foi instaurado o estado de emergência por 12 dias em três regiões do norte e leste do Chade, devido à violência dos últimos dias, anunciaram fontes governamentais
Foi instaurado o estado de emergência por 12 dias em três regiões do norte e leste do Chade, devido à violência dos últimos dias, anunciaram fontes governamentais O governo decretou o estado de emergência por 12 dias, durante um conselho de ministros extraordinário , disse um responsável chadiano, citado pela agência Lusa.
as três regiões envolvidas cobrem o conjunto do norte e do extremo leste do Chade. Tratam-se do BET (Borku, Ennedi e Tibesti) no norte, do Uaddai, onde se localiza abéché, principal cidade do leste do país, e do Wadi Fira, onde se localiza o departamento de Dar Tama, palco nos últimos dias de violência entre as comunidades tama e zaghawa. São já contabilizados 20 mortos, em Dar Tama, perto da cidade de Guéréda.
O alto-comissário das Nações Unidas para os Refugiados considerou que a decisão da União Europeia de enviar uma força militar para o leste do Chade e o nordeste da República Centro-africana foi muito positiva .
a força europeia dará uma contribuição muito positiva a esta região agitada, limítrofe da província sudanesa de Darfur, adiantou antónio Guterres. a operação Eufor Chade-RC a obteve o aval das Nações Unidas (ONU).
Pelo menos 2. 500 soldados europeus, entre os quais 1. 500 franceses, 350 irlandeses, 350 polacos, perto de 200 suecos e uma centena de belgas, estarão envolvidos na operação de apoio dos 300 polícias enviados pela ONU e protegerão os campos de refugiados e deslocados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *