Na Tunísia, uma lei que proibia o uso do véu no trabalho foi anulada. Esta era vista como uma ameaça para a liberdade de culto
Na Tunísia, uma lei que proibia o uso do véu no trabalho foi anulada. Esta era vista como uma ameaça para a liberdade de cultoUm tribunal da Tunísia anulou uma lei de 1986 que proibia as mulheres de usar o véu islâmico, nas escolas e no trabalho. Era, então, considerado como um sinal de extremismo religioso e político.
O tribunal considerou que a lei interferia nas liberdades individuais e ameaçava a liberdade de culto, de acordo com o jeuneafrique.com. Esta iniciativa de um país considerado mais laico do que islâmico foi bem acolhida pelos tunisinos mais conservadores. Nos últimos quinze anos, muitas mulheres sofreram sanções como despedimentos, por usarem o véu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *