Novos problemas na protecção dos refugiados são colocados quando se esbatem diferenças entre uns e outros
Novos problemas na protecção dos refugiados são colocados quando se esbatem diferenças entre uns e outros a linha entre migrantes e refugiados é cada vez mais ténue, defende antónio Guterres. Segundo o alto comissário para os Refugiados, a diferença entre aqueles que saem das suas casas por medo e os que escolhem dar o salto, atravessando as fronteiras para procurar uma vida melhor, está a desaparecer, levantando novos problemas na protecção dos refugiados.
Quando lidamos com refugiados, lidamos com pessoas que fogem de perseguições ou guerras, afirmou antónio Guterres, depois da sessão de trabalho que a agência das Nações Unidas manteve na semana passada.
Temos também cada vez mais pessoas que têm que fugir por outras razões. Estamos a testemunhar situações de privação extrema, e degradação ambiental por causa das alterações climáticas – a somar às guerras, conflitos e perseguições. É cada vez mais difícil de distinguir entre estas duas categorias diferentes de deslocamento forçado, rematou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *