Sem perder a identidade de cada uma, as várias confissões cristãs devem promover o diálogo ecuménico, defenderam os presidentes das Conferências Episcopais de Europa
Sem perder a identidade de cada uma, as várias confissões cristãs devem promover o diálogo ecuménico, defenderam os presidentes das Conferências Episcopais de Europa a responsabilidade de tudo por todos e por tudo é o novo objectivo do ecumenismo , segundo o arcebispo de Belgrado, Stanilav Hocevar. O ecumenismo hoje não está em crise , afirmaram os representantes dos bispos europeus em Fátima, numa sessão da Conselho das Conferências Episcopais Europeias (CCEE).
É possível dialogar sem perder a identidade clara de cada confissão cristã. O ecumenismo exige conversações, santidade, maturação, através de um processo longo, paciente, entusiasmante e existencial , consideram os bispos. O cristão é chamado a assumir a profundidade no diálogo, aprofundando a fé e a espiritualidade das várias confissões cristãs.
Os bispos da CCEE aprovaram a entrada neste organismo da arquidiocese do Mónaco e a única diocese católica da Moldávia, um país de tradição ortodoxa. a assembleia termina domingo, em Fátima, com uma celebração no Santuário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *