De uma média anual de três mil pessoas que chegam às costas gregas por via marí­tima, este ano o número já atinge aos 4500
De uma média anual de três mil pessoas que chegam às costas gregas por via marí­tima, este ano o número já atinge aos 4500O número dos que procuram asilo e de imigrantes que chegam por via marítima à Grécia têm aumentado dramaticamente este ano, fazendo crescer as preocupações com a sobrelotação e os cuidados higiénicos nos centros de detenção do país, alertou hoje o alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (aCNUR).
O número médio de pessoas detidas, interceptadas ou salvas pelas autoridades costeiras gregas foi aproximadamente de três mil por ano desde 2002, mas em 2007 o número já atinge os 4500 casos, revelou o porta-voz do aCNUR, Ron Redmond.
a polícia grega indicou que a maior parte das detenções têm ocorrido em apenas três ilhas, muito próximas da costa da Turquia: Samos, Chios e Lesvos.
O aCNUR apelou ao encerramento do centro de detenção na ilha de Samos, por manifesta falta de condições higiénicas e sanitárias do edifício, e saudou o anúncio do Governo de atenas para a mudança dos imigrantes detidos num novo edifício.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *