Governo de Paris deve actuar com políticas contra a “discriminação difundida, entrincheirada e institucionalizada”
Governo de Paris deve actuar com políticas contra a “discriminação difundida, entrincheirada e institucionalizada”Os imigrantes minoritários visíveis são alvos de racismo em França e o Governo de Paris deve actuar com políticas contra a discriminação difundida, entrincheirada e institucionalizada. O alerta é de uma especialista independente das Nações Unidas em assuntos de minorias, no final de uma visita a este país da União Europeia, onde vivem importantes comunidades imigrantes.
O racismo está vivo, é insidioso e atinge claramente aquelas minorias visíveis da imigração, a maioria das quais são [constituídas por] cidadãos franceses, alertou J. Gay McDougall dos UN, num relatório agora tornado público.
as esperanças e os sonhos dos mais jovens estão a ser negados. Não vêem nenhuma possibilidade de ascensão social por causa da sua cor de pele, da sua religião, do seu apelido ou da sua morada (nos chamados subúrbios sensíveis), afirmou McDougall, que esteve em França de 19 a 28 de Setembro.
Muitas vítimas de discriminação vivem presas em guetos urbanos, social e geograficamente isolados, onde o desemprego atinge os 40 por cento. Sentem-se discriminados e rejeitados por noções rígidas de uma identidade nacional francesa a que não se conformam, rematou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *