apoiar os esforços do país para promover a paz e a democracia é o objectivo de uma visita de uma equipa enviada pela ONUO Conselho de Segurança vai enviar uma missão a Timor-Leste para apoiar o sucesso da pequena nação e os seus esforços para promover a paz e a democracia, nomeadamente com as últimas eleições legislativas e presidenciais como afirmam as Nações Unidas em comunicado.
a missão será liderada pelo embaixador sul-africano Dumisani Kumalo e terá lugar de 24 a 30 de Novembro.
a equipa das Nações Unidas espera poder incentivar todos os grupos para continuarem a trabalharem em conjunto e comprometerem-se no diálogo político, segundo um texto hoje divulgado pelo presidente do Conselho de Segurança ao secretário-geral Ban Ki-moon.
Por outro lado, diz o texto, espera-se que o país – que a ONU ajudou a alcançar a independência, em 2002 – possa consolidar a paz, a democracia, o Estado de direito, a reforma do sector da segurança, o desenvolvimento económico e social sustentável e da reconciliação nacional. Objectivos ambiciosos que a missão internacional não quer perder de vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *