” a Urgência da Teoria” apresenta as intervenções do ciclo de lições que decorreram no Fórum “O Estado do Mundo”
” a Urgência da Teoria” apresenta as intervenções do ciclo de lições que decorreram no Fórum “O Estado do Mundo”É importante recordar que a porta da História não está aberta nem fechada. Situamo-nos no limiar entre a civilização e a barbárie, entre a guerra e o progresso. Temos de observar com coragem e honestidade as diversas paisagens do mundo contemporâneo que é o nosso para podermos prosseguir caminho. Não podemos perder nunca a grandiosa capacidade humana de manter a esperança a todo o custo, ainda que os ventos de mudança soprem com violência contra a porta da História e contra a nossa morada humana.
Estas palavras de Homi K. Bhabha acompanham o convite de lançamento do livro a Urgência da Teoria, que apresenta as intervenções do ciclo de lições com o mesmo nome que decorreram no Fórum Cultural O Estado do Mundo, realizado em Maio e Junho, na Fundação Calouste Gulbenkian.
a obra, com a chancela das Edições Tinta da China, será lançada amanhã às 18:30h, no auditório 3 da Gulbenkian, com apresentação de Isabel Capeloa Gil. Para este livro contribuíram andy C. Pratt, antonio Cicero, Bernard Stiegler, Daniéle Cohn, Daniel Miller, Filipe Duarte Santos, Homi K. Bhabha, Marc Ferro, Mehdi Belhaj Kacem, Miguel Vale de almeida, Paul D. Miller, Paul Gilroy e Pedro Magalhães.
Todos estes pensadores vêm de áreas tão diversas como literatura ou antropologia, geofísica e sociologia. Nas lições reflectiram sobre a sociedade contemporânea e os pressupostos culturais, económicos, políticos e ambientais sobre os quais ela se organiza.
O Fórum Cultural O Estado do Mundo foi uma iniciativa promovida pela Fundação Calouste Gulbenkian pelo seu 50º aniversário, onde decorreu o ciclo de lições com o título a Urgência da Teoria. Este livro, dizem os seus promotores, pretende ser uma leitura de referência para todos os leitores que pretendem questionar construtivamente os modelos por que se rege a comunidade humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *