Formar pessoal em intervenções cirúrgicas básicas de países de rendimentos inferiores é o objectivo de uma campanha da OMS
Formar pessoal em intervenções cirúrgicas básicas de países de rendimentos inferiores é o objectivo de uma campanha da OMSFormar pessoal de saúde de países de rendimentos baixos ou médios é o objectivo de uma campanha da Organização Mundial de Saúde (OMS), uma vez que muitas mortes e deficiências seriam evitadas com intervenções cirúrgicas básicas.
Centenas de milhares de mortos e deficiências permanentes em acidentes rodoviários, ou como consequência da violência, guerra e outras causas, seriam evitadas como simples cirurgias. Por isso, esta agência humanitária de saúde alargou o seu programa de formação de funcionários em cuidados de saúde nestes países, nomeadamente em competências básicas cirúrgicas e de anestesia.
a iniciativa significa uma alteração na forma que temos sobre [procedimentos de] cirurgia, afirmou o responsável por esta área da OMS, Luc Noel. até recentemente, a cirurgia era uma especialidade negligenciada na saúde nestes países por se dizer que era demasiado cara e sofisticada.
O programa, que já existe em 22 países, aumentará a capacidade de primeiros cuidados na saúde – nomeadamente, em hospitais rurais ou distritais e centros de saúde locais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *