Nove feridos, sobretudo mulheres, duas das quais em coma, é o resultado de uma intervenção policial marroquina num protesto Pacífico
Nove feridos, sobretudo mulheres, duas das quais em coma, é o resultado de uma intervenção policial marroquina num protesto PacíficoPelo menos nove cidadãos sarianos ficaram feridos num protesto pacífico organizado num bairro popular, na cidade de Smara, no território ocupado do Sara Ocidental, relata a agência oficiosa do movimento independentista Frente Polisário, a Sahara Press Service (SPS).
Na descrição da SPS, que cita uma fonte do Ministério sariano dos Territórios Ocupados e da Diáspora, os manifestantes reclamavam pelo direito à autodeterminação e independência quando forças de seguranças marroquinas intervieram brutalmente. Segundo o relato, os casos de ferimentos foram maioritariamente entre mulheres.
a agência publica os nomes dos feridos, que refere ser um primeiro balanço. Soukeina Laajeil, Mariem Bahaha, Tfarah Lemsaoui, Sayhouta Bah (de 5 anos), Zoueina Bah, Meyen ali Brahim e al Izza ficaram muito feridos, enquanto que outras duas pessoas – identificadas como a senhora Zoura e a sua filha Bouchra Laajeil – foram transportadas em coma para o hospital em El aaiun, a capital do território.
Entretanto, a Frente Polisário anunciou no início desta semana que vai realizar o seu novo congresso de 14 a 18 de Dezembro, em Tifariti, nos denomimados territórios livres sarianos, regiões no deserto argelino onde vivem os refugiados do Sara Ocidental. Simultaneamente, a SPS anunciou a atribuição do prémio Silver Rose 2007 pela Solidar – uma federação internacional que reúne 42 organizações não-governamentais de 20 países europeus – à activista sariana aminetou Haidar, na categoria da luta pela liberdade e a dignidade humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *