O Zimbabué afirma que o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, “perde o seu tempo” ao ameaçar boicotar a cimeira União Europeia (UE)/África de Lisboa, se o presidente Robert Mugabe participar
O Zimbabué afirma que o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, “perde o seu tempo” ao ameaçar boicotar a cimeira União Europeia (UE)/África de Lisboa, se o presidente Robert Mugabe participarO presidente Mugabe foi convidado e irá a Lisboa como representante do Zimbabué quer Gordon Brown esteja presente ou não. É desta forma que o vice-ministro da Informação daquele país africano, Bright Matonga reage à ameaça de boicote do primeiro-ministro britânico.
Gordon afirma que há uma razão para a sua posição: os abusos cometidos contra o seu próprio povo. Não há liberdade no Zimbabué, não há liberdade de associação, não há liberdade de imprensa.
Matonga considera que Brown, que nunca foi ao Zimbabué nem se interessou pelo Zimbabué, não é a melhor pessoa para falar da nossa situação. aliás, Ele e os seus semelhantes no seio da UE devem levantar as sanções ilegais contra o Zimbabué, que afectam a nossa economia.
a União Europeia adoptou sanções, entre as quais a proibição de entrada no seu território, contra Mugabe e os responsáveis do seu regime, após a eleição presidencial de 2002, mergulhada em fraudes e violência. Portugal, que assegura a presidência rotativa da UE, já declarou que não têm intenção de impedir Mugabe de assistir ao encontro previsto para 8 e 9 de Dezembro em Lisboa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *