O Serviço Educativo do Museu de arte Sacra e Etnologia abriu mais um ano lectivo cheio de novas propostas para os vários grupos escolares que visitam anualmente este espaço museiológico
O Serviço Educativo do Museu de arte Sacra e Etnologia abriu mais um ano lectivo cheio de novas propostas para os vários grupos escolares que visitam anualmente este espaço museiológico a função educativa é uma das principais missões de um museu. Neste sentido, o Museu de arte Sacra e Etnologia pretende ir ao encontro dos objectivos dos vários estabelecimentos de ensino.
através do seu Serviço Educativo, este museu tem vindo a trabalhar em parceria com escolas de diferentes pontos do país, com os docentes do 1. º , 2. º 3. º ciclos e secundário das disciplinas de História, História da arte e de Educação Moral e Religiosa Católica. Estes, têm considerado a visita ao Museu de arte Sacra e Etnologia como uma importante estratégia para os seus alunos alcançarem determinados objectivos programáticos, bem como sensibilizá-los para a necessidade de respeito para com as diferentes culturas do mundo.
Destas parcerias resultaram vários recursos para as visitas de grupos escolares, tais como guiões de visita, diaporamas multimédia, videogramas, debates, entre outros.
O Museu tem ainda à disposição vários ateliers:
Na Sala de Restauro – Os visitantes poderão adquirir noções de Conservação e Restauro, dialogando com os técnicos que partilharão exemplos práticos de intervenções e explicarão a função de alguns aparelhos utilizados no restauro e conservação.
a Formiga Migas – Com a simpática Formiga Missionária, os visitantes poderão conhecer a exposição permanente do Museu de uma forma interactiva. Não faltarão experiências e aventuras com esta formiga amiga!
Oficina de pintura – após a visita os alunos poderão fazer uma pintura sobre aquilo que mais gostaram de conhecer no Museu.
a acção educativa praticada por este museu, bem como a investigação, conservação, documentação e comunicação, permitiu a sua integração na Rede Portuguesa de Museus, reunindo todos os quesitos difundidos pelo ICOM (Conselho Internacional dos Museus).
Para informaçõs e marcações contactar através do mail ou pelo telefone 249 539 470.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *