Mais de mil milhões de muçulmanos já começaram o mês de jejum sagrado, Ramadão. a prática só é obrigatória para os adultos saudáveis
Mais de mil milhões de muçulmanos já começaram o mês de jejum sagrado, Ramadão. a prática só é obrigatória para os adultos saudáveisCerca de 45 mil muçulmanos residentes em Portugal jejuam, a partir de quinta-feira, 13 de Setembro desde o nascer do sol. No nono mês do calendário islâmico, o da revelação do alcorão, as mesquitas registam uma maior afluência, referiu o xeque David Munir à agência Lusa.
O Ramadão é um período de piedade e tranquilidade para os muçulmanos mas, segundo a tradição, é também um mês de combate. No Islão contemporâneo, esta tradição tem-se diluído dando lugar a um ambiente festivo de longas noites em família.
O Ramadão é assinalado em diversos países ocidentais com importantes comunidades muçulmanas. a França lidera os países europeus com cerca de cinco milhões de pessoas e o Reino Unido possui o Islão como a segunda maior comunidade religiosa.
Durante o mês do Ramadão, que termina 28 noites depois com a festa de aid al-Fitr, os fiéis devem abster-se de beber, comer e ter relações sexuais desde o nascer ao pôr-do-sol. Devem evitar tudo o que possa magoar o próximo. O jejum do Ramadão termina com a ingestão de uma tâmara quando o sol desaparece do horizonte. Os cinco pilares do Islão, além do jejum são a profissão de fé, a oração, a esmola e a peregrinação aos lugares santos de Meca e Medina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *