Mau uso do véu leva polícia de Teerão a intervir numa campanha para fazer respeitar a “moral islâmica”
Mau uso do véu leva polícia de Teerão a intervir numa campanha para fazer respeitar a “moral islâmica”Mais de 110 mil mulheres foram advertidas pela polícia iraniana por estarem mal veladas, depois do início de uma campanha para fazer respeitar a moral islâmica, anunciou o chefe da polícia da província iraniana. Desde o início da campanha (a 21 de abril), a polícia passou 113454 advertências por um mau uso do véu, concretizou Reza Zareie.
Os restantes números impressionam também, o que se justifica por nunca se ter realizado uma campanha tão longa e mais restritiva que nos anos anteriores, de acordo com as agências internacionais: outras 5700 pessoas, entre as quais 1400 homens, foram constrangidos a frequentar cursos de boas maneiras. Já 1600 mulheres foram presentes a tribunal.
as mulheres iranianas e estrangeiras devem respeitar o porte do véu, desde a revolução islâmica de 1979, apesar do relaxamento de vigilância moral que se verificou nos últimos anos, sobretudo entre as mais jovens no uso do véu islâmico. a aFP anota que, apesar da campanha de vigilância, vêem-se mulheres e jovens mal veladas pelas ruas de Teerão.
Mas a campanha moralista não se limita a controlar o uso do véu. a polícia nos últimos cinco meses também apreendeu 27 mil receptores de satélite e prendeu 535 pessoas pela vinda destes equipamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *