O antigo primeiro-ministro paquistanês foi preso à sua chegada a Islamabad e reenviado, em exílio, no mesmo avião, para a arábia Saudita
O antigo primeiro-ministro paquistanês foi preso à sua chegada a Islamabad e reenviado, em exílio, no mesmo avião, para a arábia SauditaRegressado, esta manhã, 10 de Setembro ao Paquistão, após oito anos de amílcar, Nawaz Sharif, foi preso juntamente com os seus colaboradores, acusado de corrupção. No avião em que já tinham viajado foram reenviados para a arábia Saudita.
Três horas depois da chegada a Islamabad, o antigo primeiro-ministro foi retirado de uma sala do aeroporto e levado para um lugar desconhecido. Um funcionário do governo informou que a medida restritiva aplicada a Nawaz Sharif se prendia com a acusa de reciclagem e corrupção.
Depois de intensas negociações entre o político paquistanês e as autoridades locais com a mediação foi encontrada uma solução para a crise. Mediante o apoio de diplomatas da embaixada saudita em Islamabad, foi decidido enviar Nawaz Sharif para a arábia Saudita, como saída para a delicada situação criada com a sua decisão de reentrar no país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *