O Papa pediu neste domingo que os católicos mantenham o domingo como um dia para refletir sobre sua fé
O Papa pediu neste domingo que os católicos mantenham o domingo como um dia para refletir sobre sua féBento XVI recordou a frase dos primeiros cristãos sine dominico non possumus, ou seja, Sem o dia do Senhor não podemos viver para assinalar que estas palavras continuam a fazer sentido numa época em que o Homem precisa de um centro, uma ordem interior e uma relação com aquele que sustém a nossa vida.
Na nossa sociedade ocidental, o domingo transformou-se em fim-de-semana, em tempo livre. O tempo livre, especialmente com a pressa que se vive é, claro, uma coisa necessária, mas se esse tempo não tem um centro interior, do qual saia uma orientação, acaba por ser um tempo perdido, que não nos reforça nem nos modifica, continuou o Papa defendendo que este dia deve ser dedicado a Deus. Deve ser uma jornada de gratidão e da alegria pela criação numa época em que as intervenções do homem põem o mundo em perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *