O diálogo interreligioso é um desafio para as migrações e a Europa. é o tema de discussão de três fóruns em Sibiu, durante a 3. º assembleia Ecuménica que reúne 2. 500 delegados
O diálogo interreligioso é um desafio para as migrações e a Europa. é o tema de discussão de três fóruns em Sibiu, durante a 3. º assembleia Ecuménica que reúne 2. 500 delegadosComo poderão as religiões contribuir para o futuro da Europa e para uma nova visão de um continente fundado sobre o respeito recíproco, sobre a reconciliação e sobre uma cooperação justa e pacífica, discutiu-se no fórum sobre religiões. Usaram da palavra, entre outros, representantes hebreus e muçulmanos.
Na catedral evangelico-luterana de Sibiu, o fórum das migrações pôs em confronto diversas experiências que mostraram como os fluxos migratórios estão a mudar o rosto das Igrejas na Europa. Por exemplo, a presença católica nos países nórdicos transformou-se e cresceu com as migrações.
a responsável do projecto Ser Igreja juntos, annemarie Dupré, afirmou: Somos chamados a testemunhar que é possível e enriquecedor viver, trabalhar e rezar juntos pertencendo a diferentes nacionalidades, raças e culturas. a presença de uma delegação de migrantes cristãos de diversos países europeus é um sinal desta esperança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *