Passagem do furacão “Dean” deixou perigos para população mais frágil do país
Passagem do furacão “Dean” deixou perigos para população mais frágil do paísCasos críticos de diarreia e febres, que podem mesmo colocar em perigo a vida dos doentes, estão a aumentar desde a passagem do furacão Dean pelo Belize, pequeno país da américa Central. O perigo atinge em particular crianças e pessoas eventualmente mais fragilizadas, avisa a Unicef.
a escassez de água potável e água para cuidados sanitários levou muitas pessoas a utilizar sem controlo de qualidade de poços abandonados e que está a expô-las a um risco acrescido de doenças transmissíveis pela água, alertou Rana Flowers, representante da Unicef no país. Nós devemos ter um grande cuidado para assegurar que, particularmente as crianças, não bebam nem usem água má.
a Unicef procura financiamento adicional para fazer face à escassez de alimentos e de água potável, à falta de medicamentos e à necessidade de geradores e de material para reparar casas e escolas, assim como para o apoio psicossocial, em especial às crianças.
apesar do impacto do furacão ter sido menor do que o esperado nos distritos do norte do Belize, estima-se que aproximadamente 30 mil pessoas – cerca de dez por cento da população total – em áreas urbanas e rurais foram directamente afectadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *